Google+

Esplar

Temas

Algodão Agroecológico no Comércio Justo

Algodão Agroecológico no Comércio Justo

Algodão agroecológico é aquele em cujo cultivo são empregadas práticas de conservação do solo e da água, o plantio é consorciado com outras culturas e são utilizados protetores naturais no controle de pragas. Tal cultivo é desenvolvido por agricultores e agricultoras familiares do estado do Ceará.

Toda a produção, depois de descaroçada, é vendida pelas Associações de Agricultores Familiares para duas entidades: a Veja Fair Trade, empresa francesa do Comércio Justo; e para a Cooperativa Justa Trama, do estado do Rio Grande do Sul.

A Veja Fair Trade, desde do ano de 2005, fabrica no Brasil diferentes modelos de tênis, mochilas, bolsas e acessórios para o mercado europeu. Já a partir de setembro do ano de 2013, lançou também no Brasil sua nova marca, a Vert, destinada exclusivamente ao mercado nacional brasileiro. Nessa nova etapa, o Esplar foi homenageado ao ter seu nome vinculado aos modelos de produtos ofertados pela loja da entidade no Brasil.

Outro destino do algodão agroecológico da Associação de Desenvolvimento Educacional e Cultural de Tauá (Adec) é a Central de Cooperativas Justa Trama, que desde o ano de 2005 fabrica no estado do Rio Grande do Sul suas confecções para abastecer o mercado interno e também para o mercado externo através das exportações.

A Veja Fair Trade e a Justa Trama são organizações que executam juntamente com as pessoas envolvidas nos diferentes elos da cadeia produtiva do algodão agroecológico suas iniciativas pioneiras inovando tanto na forma de trabalhar e produzir como também no forma de se relacionar de forma ética com os atores de um processo produtivo e econômico.

Galeria de Imagens


voltar